"As coisas impossíveis do amor"

Hoje eu vou sair um pouco do padrão e falar um pouco mais pessoalmente sobre um filme que acabei de assistir. Um drama, incrível, com a Natalie Portman: "As Coisas Impossíveis do Amor".

Natalie interpreta Emilia, uma advogada, filha de um juiz respeitado, que começa a trabalhar no mesmo escritório que Jack (Scott Cohen). Desde o primeiro encontro dos dois, Emilia fica encantada com Jack, mesmo sabendo que ele é casado com a médica Carolyn (Lisa Kudrow). A história acontece como esperado, uma traição, um divórcio, uma gravidez e um casamento. Só que envolvido nessa confusão toda tem o filho de Jack e Carolyn, o difícil William (Charlie Tahan). Além dos problemas básicos que envolvem uma separação com filhos, o casal ainda precisa enfrentar a morte de Isabel, a bebê de Emilia e Jack, que morre com apenas três dias de vida.

O filme começa meio parado e você tem a impressão de que será muito sem graça, daqueles que dão sono. Mas com o decorrer da história, você vai se envolvendo de uma maneira com a dificuldade que Emilia tem para lidar com William e com a perda de Isabel, que quando se dá conta, já está com raiva da situação toda e da vida que ela leva. O drama ainda recebe uma pitada mais forte, com a dificuldade que Emilia tem para perdoar o pai, que traiu a mãe quando ela era adolescente.

Deixei o lado imparcial de fora desse texto para dizer que é quase impossível controlar as lágrimas no final do filme. Quando você começa a sentir raiva de Emilia, ela te faz entender o porquê de muitas coisas e te deixa completamente chocado. Natalie Portman está demais, ela consegue ser fria e sensível ao mesmo tempo. Consegue passar a impressão de que não está nem ligando para o que acontece ao seu redor e sofrer incrivelmente pela morte da filha ao mesmo tempo. Charlie Tahan, que eu não consegui me lembrar em nenhum outro filme, me surpreendeu. Uma atuação incrível para uma criança. De garoto mimado e chato, no início da trama, passou para uma criança sem a merecida atenção, super compreensível.


Outro personagem interessante é o de Lisa Kudrow. Estamos tão acostumados com a Phoebe, de Friends, que ver Lisa em um papel sério e triste é surpreendente. Ótimo drama, bons personagens e posso te garantir algumas horas de reflexão após assisti-lo. Super indicado!
"As coisas impossíveis do amor" "As coisas impossíveis do amor" Reviewed by Mayara Munhoz on 09:11 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.