Wake

Gosto quando encontro filmes pouco conhecidos perdidos por aí. E "Wake" é um deles. Sempre que leio a sinopse de um filme, dou um Google para ver a opinião de outras pessoas - assim, evito perder tempo se for muito ruim. Não achei quase nada sobre este filme, o que me intrigou ainda mais.

Carys Reitman (Bijou Phillips) encontrou uma maneira diferente de relaxar quando está com problemas: ir a funerais de estranhos. E é em um deles, que ela conhece Tyler (Ian Somerhalder) que acabou de perder a sua noiva. Além de mentir dizendo ser amiga da família, Carys acidentalmente "rouba" o anel de noivado da mão da noiva dele. Depois do velório, os dois começam a se encontrar e ela, aos poucos, vai descobrindo que pode gostar de alguém pela primeira vez na vida. Apesar dos inúmeros avisos de seu melhor amigo Shane (Danny Masterson) e da sua companheira de quarto Lila (Marguerite Moreau), ela não consegue contar a verdade a Tyler.


Demorei algum tempo para reconhecer os atores principais. Bijou Phillips, sinceramente, não lembro de ter visto nenhum outro filme com ela. Mas, depois de pesquisar sei que ela esteve em "Quase Famosos", "Garotas sem Rumo" e "O Albergue 2". Já Ian Somerhalder, tem um rosto familiar. O bonitão ficou famoso após uma participação na primeira temporada de "Lost", como Boone. Mas, como não assisi ao seriado, lembro dele de alguns episódios que vi de "The Vampire Diaries", onde ele é um dos principais vampiros da série, Damon Salvatore.


O filme começa meio parado, quase que sem graça. Mas aos poucos, Carys vai te conquistando com o seu jeito atrapalhado e com a dificuldade de conversar com qualquer pessoa. Tyler consegue te confundir tanto quanto confude Carys durante o decorrer da história. O romance ganhar um ar policial em certa altura, que dá todo o charme da história e faz com que "Wake" seja mesmo um bom filme.



É uma história muito bem dirigida, que não te deixa perder o foco e nem deduzir o final, como na maioria dos finais clichês dos filmes românticos. Já tinha pensando em elogiar o diretor aqui, mas ao achar seu "currículo" no IMDB, entendi o porque gostei tanto do desenrolar da história. Ellie Kanner participou da direção de alguns bons seriados, como: "Sex and the City", "Sabrina, a aprendiz de feiticeira", "Dawson's Creek" e "Friends". Definitivamente, ruim "Wake" não tinha como ser.


Apesar de meio antigo - 2009 -, é um filme gostoso de assistir. É um romance bonito que te faz suspirar e te envolve na história. Mas também, é engraçado e garante boas risadas. Bom, se tudo isso que escrevi não for suficiente para que você queira ver o filme, pelo menos para as mulheres eu posso garantir que vale a pena com certeza. As duas ou três cenas de Ian Somerhalder sem camisa já é um bom motivo para colocar "Wake" para rolar aí na sua televisão agora mesmo.
Wake Wake Reviewed by Mayara Munhoz on 19:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.