"Fúria de Titãs 2" é show de efeitos com roteiro frágil


O "Fúria de Titãs" original (trailer), de 1981, não é nenhum primor cinematográfico. Mas com um elenco cheio de estrelas, como Laurence Olivier, Maggie Smith e Ursulla Andress, além dos esforçados e divertidos efeitos especiais em stop motion de Ray Harryhausen, acabou se tornando um clássico de aventura. Daquele tipo de filme que aumenta o índice de faltas escolares e gripes fingidas toda vez que entra em cartaz na Sessão da Tarde. Ao menos era assim na minha já meio longínqua época de colégio.

Até por isso, o remake de 2010 (trailer) acabou sendo tão frustrante. O elenco também tinha nomes de muito peso, com Ralph Fiennes ("O Jardineiro Fiel"), Liam Neeson (de "A Lista de Schindler", mas que é mais reconhecido como Qui-Gon da franquia "Star Wars") e Sam Worthington, de "Avatar". Mas a mão pesada do diretor Luis Leterrier de "O Incrível Hulk", acabou transformando o lendário roteiro do clássico em mais um filme de ação comum. Mesmo com efeitos incríveis, o novo "Fúria" ficou aquém da expectativa da Warner e dos fãs.


O relativo insucesso do remake, no entanto, não desanimou Hollywood. Tanto é verdade que estreiou nessa sexta, dia 30 de março, "Fúria de Titãs 2". Aliás, vale o registro: esse é o primeiro "Fúria de Titãs" que também se chama "Fúria de Titãs" - ou ira, em uma outra tradução possível - no título original. Tanto o filme de 1981, quanto seu remake de 2010, chamam-se "Clash of the Titans", cuja tradução para o português mais adequada seria algo parecido com "Choque", ou "Duelo".


Feito esse preâmbulo, vale dizer que os fãs de filmes de ação vão gostar muito do longa de Jonathan Liebesman, do remake de "O Massacre da Serra Elétrica" e que já foi contratado para o reboot de "Tartarugas Ninja", agendado para estrear no ano que vem. Os efeitos especiais e as sequências de ação estão sensacionais. Especialmente para quem tiver a chance de assistir ao filme em IMAX 3D. Desta vez, inclusive, ao contrário do remake, cujo transfer para 3D foi feito às pressas, "Fúria 2" foi inteiramente pensado para o formato.


A história começa dez anos depois de onde "Fúria 1" parou. Após derrotar Medusa, Perseu (Sam Worthington) decidiu se dedicar à pesca com seu filho Hélio, de dez anos. Mas é difícil tentar se isolar do mundo quando ninguém menos que Zeus (Liam Neeson) é seu pai. Ainda mais quando ele bate à porta de sua caverna para dizer que seu tio Hades (Ralph Fiennes) se juntou ao seu irmão Ares (Édgar Ramirez) para tentar libertar seu avô Cronos e alguns outros Titãs das profundezas do Tártaro e destruir a humanidade. Complicado responder "não tô a fim", não é?

Perseu reluta. Não quer arriscar deixar o filho orfão ou envolvê-lo na guerra. Uma hora, claro, para que haja uma história, todos sabem que Perseu vai ter de encarar a briga. E para isso, vai se juntar à Rainha Andrômeda. (Rosamundo Pike, de "007- Um novo dia para morrer").


Não espere um roteiro muito elaborado, com grandes momentos dramáticos, daí para frente. O frágil roteiro faz de tudo para se segurar em um fiapo de história. Toby Kebbel, como Agenor, ainda aparecerá como um alívio cômico. Bill Nighy (da franquia"Piratas do Caribe") faz uma participação especial como Hefesto. Até a coruja mecânica Bubbo do filme original reaparece fazendo uma ponta. Mas a tônica da segunda metade do filme é a porrada comendo solta. Se ação e efeitos visuais são a sua praia, mergulhe de cabeça em "Fúria de Titãs 2". Os efeitos estão impressionantes. E embora as cenas de batalha sejam um pouco longas, são muito bem orquestradas.

Além do mais, é sempre bom dar uma visitada na velha mitologia grega. Ainda que ela tenha sido um pouco distorcida para se adequar a algumas comodidades do roteiro. Entre os três filmes, no entanto, eu ainda prefiro assistir ao velho "Fúria" de 1981 em DVD, ou seguir torcedor para uma exibição na Sessão da Tarde, ou Corujão - já que agora eu é que decido meu horário de dormir. Aliás, alguém sabe dizer se o "Fúria" original saiu ou vai sair em Blu-Ray?

Assista ao Trailer de "Fúria de Titãs 2":


"Fúria de Titãs 2" é show de efeitos com roteiro frágil "Fúria de Titãs 2" é show de efeitos com roteiro frágil Reviewed by Diego Iwata Lima on 01:12 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.