Julie & Julia - Meryl Streep nunca falha!

O Cinestrela é fã declarado de Meryl Streep. Por isso, quando soubemos que o Max HD iria exibir "Julie & Julia" no sábado, dia 17 de março, não demoramos para decidir qual iria ser a atração do nosso "Cine Sofá" daquela noite. Corrigimos, assim, uma lacuna imperdoável no nosso conhecimento sobre a filmografia da diva.

Existe algo que Meryl Streep faça que não seja perfeito? Ainda não presenciamos."Julie & Julia" é mais uma de suas obras irretocáveis. A comédia, que chegou aos cinemas em 2009, fala sobre a força da mulher, os problemas de um relacionamento amoroso e, claro, de comida. Aliás, a comida é o principal assunto do longa. É quase impossível terminar de assistir ao filme e não estar morrendo de vontade de comer algo.

"Julie & Julia" é uma mistura de duas histórias reais, que se passam em épocas diferentes. De um lado está a vida de Julia Child (Meryl Streep), uma americana que, no final da década de 40, vai morar em Paris com o marido diplomata. Encantada com a cidade, mas sem nada para fazer, ela resolve tomar aulas de culinária. Descobre, então, levar jeito para a coisa e é convidada a colaborar em um livro sobre o assunto, tornado-se uma famosa apresentadora de televisão e autora de vários livros de culinária. Sua obra-prima "Dominando a arte da culinária francesa", por sinal, é o que dá vida a história da personagem Julie Powell (Amy Adams). Em 2002, cansada do seu trabalho e procurando algo para animar a sua vida, ela resolve fazer todas as receitas de um dos livros de Julia. Além de cozinhar, ela passa a registrar em um blog todo o seu desafio. São 542 receitas em 365 dias. Será que ela consegue?


Nora Ephron dirigiu, escreveu e produziu. E a diretora do famoso "Mensagem para Você", com Tom Hanks e Meg Ryan, acertou de novo com "Julie & Julia". O segredo está na maneira como ela conseguiu costurar as as duas histórias. Duas mulheres tão diferentes, e tão parecidas, e que viveram em épocas completamente diferentes. Julia ganha vida baseada no livro "My Life in France", que traz as memórias da chefa no período em que ela viveu em Paris. Julie nasce do livro que leva o mesmo nome do filme, que começou com o blog e depois virou uma obra literária.

O roteiro é, com certeza, o principal destaque de "Julie & Julia". Não só com a maneira como as histórias são entrelaçadas - o que também vale ponto para a edição. Mas também na abordagem aos outros assuntos paralelos. Ephron fala de duas épocas tão diferentes mas consegue deixar bem clara a evolução do papel da mulher na sociedade.


Porém, como não podia deixar de ser, o melhor da história é Meryl Streep, indicada ao Oscar por esse filme. A atriz que acabou de ganhar seu terceiro Oscar (sim, apenas o terceiro em 17 indicações), por "A Dama de Ferro", é o grande destaque do longa. É impressionante como ela conseguiu interpretar Julia Child de maneira tão parecida. Até a voz ficou idêntica. E olha que não é uma voz fácil de se fazer. Para quem duvida da semelhança, é só ver esse vídeo: "Meryl Streep vs Julia Child".

Os detalhes que cercam Meryl também merecem destaque. Julia Child na vida real tinha 1,90m de altura. Meryl, tem 1,70m. E você realmente acredita que Meryl tem quase dois metros no filme, graças a bons truques de cena. Os móveis que acercam são sempre mais baixos. As câmeras sempre a pegam de baixo para cima e os outros personagens quase nunca contracenam muito próximos dela. São vários detalhes, mas que fazem toda a diferença .

Amy Adams, de "O Vencedor", simpática como sempre, está bem no papel de Julie. Entretanto, não gostei 100% da atuação. Talvez seja um pouco de culpa da diferença entre as duas personagens, que transforma Julie em alguém bem menos interessante. Ou porque é difícil uma atriz conseguir se destacar ao lado de Meryl Streep.


Mas o filme não é feito só de mulheres. Os homens também merecem destaque. E pelo mesmo motivo. Paul Child (Stanley Tucci) e Eric Powll (Chris Messina), são maridos de Julia e Julie, respectivamente. Ambos são carinhosos, atenciosos e super apoiam a paixão por cozinhar das mulheres. A diferença fica por conta da maneira como elas retribuem. Julia é uma mulher exemplar, já Julie deixa com que a pressão do blog afete seu casamento e quase perde o marido.

Chris Messina, de "Vicky Cristina Barcelona", também faz o favor de deixar o filme mais bonito. O americano não é o galã padrão, mas tem um charme bem interessante. Ainda sobre os dois, é um pouco estranho ver Stanley Tucci e Meryl Streep se beijando. Parece que estou vendo Miranda Priestly e Nigel, de "O Diabo Veste Prada", protagonizando um bissexto romance.


Com ótimas sacadas de humor, "Julie & Julia" não é uma comédia que fala apenas de culinária. É a história de duas mulheres que estavam perdidas na vida e que são salvas pela arte de cozinhar. Em tempo, só para não deixar passar em branco: por que não usamos mais manteiga para cozinhar tudo? Manteiga é uma das melhores coisas do mundo!
Julie & Julia - Meryl Streep nunca falha! Julie & Julia - Meryl Streep nunca falha! Reviewed by Mayara Munhoz on 23:47 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.