"Need For Speed" deixa corridas em segundo plano e se destaca por isso

Sou uma mulher de gostos, às vezes, meio masculino para filmes. Dito isto, "Need For Speed", que estreou nos cinemas brasileiros nesta quinta (13), é um filme que me agrada por diversos motivos: gira em torno de velocidade e carros modificados, possui um roteiro com drama e até um leve romance. E, o principal: tem bons momentos de comédia. Uma mistura que, para mim, funciona perfeitamente.

O longa é estrelado pelo badalado Aaron Paul, o Jesse da premiada série "Breaking Bad", que, por si só, já garante um grande destaque para o filme. Todo mundo quer saber como será a vida de Aaron após Jesse. Além dele, o filme é inspirado em um famoso e cultuado vídeogame homônimo - além de ser produzido pela Disney.

Aaron é Tobey Marshall, um jovem mecânico que assume o empreendimento do pai após sua morte. Benny (Scott Mescudi, cantor e vencedor do Grammy), Finn (Rami Malek, de "Amanhecer"), Joe Peck (Ramon Rodriguez, de "Transformers: A Vingança dos Derrotados") e Pete (Harrison Gilbertson, de "Pelotão de Elite") são parceiros na oficina e amigos fora dela. Apaixonados por carros antigos e velocidade, o quinteto se diverte em uma corrida ilegal quando descobre que um antigo desafeto de Tobey, o famoso piloto Dino Brewster (Dominic Cooper, de "Capitão América"), está de volta à cidade. Os dois cresceram juntos e eram considerados promessas do automobilismo. Só Dino obteve sucesso. Além disso, o piloto é noivo de Anita (Dakota Johnson, de "A Fera" e "A Rede Social"), ex-namorada de Tobey e irmã de Pete.

Mas o retorno da dupla surpreenderá Tobey. Dino é dono de um Mustang, que pode chegar a mais de 320 quilômetros por hora e vale em torno de 3 milhões de dólares, mas que está inacabado. Tobey só precisa terminá-lo e poderá ficar com 25% do valor da venda do carro. Após a tarefa concluída, uma disputa dramática que não termina da melhor maneira possível, muda drasticamente o futuro dos dois.


Durante a sua produção, e mesmo após ser lançado, "Need For Speed" foi muito comparado à franquia "Velozes & Furiosos". Apesar de ambos serem baseado em corridas e carros modificados, as duas histórias não poderiam ser mais diferentes. Mesmo que em todos os seis filmes já lançados da série estrelada por Vin Diesel, os roteiristas busquem novas tramas e mistérios, o grande foco fica por conta dos rachas e da velocidade. Foi o que esperei de "Need For Speed" ao entrar na sala de cinema. Porém, o roteiro do novo longa tem uma trama dramática e quase paralela ao universo dos carros, prendendo assim, muito mais o espectador.

Outra diferença  está na maneira como as corridas e esse tipo de carro são tratados. Não que estimule, mas "Velozes & Furiosos" sempre deixa a impressão de que essa prática é legal e desperta um certo desejo em quem assiste aos filmes. Já em "Need For Speed", o cenário é diferente. "Acho que as pessoas que assistirem ao filme vão ver que todos os personagens pagam por suas ações", disse Aaron Paul, em uma entrevista logo após a morte do ator Paul Walker, um dos principais atores da franquia "Velozes & Furiosos", morto, justamente, em uma corrida.


O principal destaque do longa é a direção. Scott Waugh ("Ato de Valor") é o homem por trás das câmeras, e que as comanda muito bem. Há uma mistura de cenas com efeitos especiais muito bem feitos e outras que parecem terem sido gravadas com uma câmera GoPro. Isso fez com que algumas cenas, como as de capotagem, se tornassem muito mais reais. E, em se tratando de realidade, "Need For Speed" também surpreende. Não tem nenhuma cena muito irreal. Nada como um carro voando em cima de um avião e pousando em um barco de ponta cabeça.

E, o mais agradável dos 130 minutos de longa, com certeza, é entrosamento entre os cinco atores principais e também com a mocinha da história, a atriz Imogen Poots (de "V de Vingança"). Tudo funciona muito bem e faz com que "Need For Speed" seja mais do que só um filme sobre corridas.
"Need For Speed" deixa corridas em segundo plano e se destaca por isso "Need For Speed" deixa corridas em segundo plano e se destaca por isso Reviewed by Mayara Munhoz on 23:55 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.